sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Enfim sextaaaaa!

Oi amigas tudo bem espero que sim....Eu to otima rsssssss...Ontem peguei vale Nigth com o namorado, pra sair com as migas colocar a fofoca em dia e talllsssssss..foi muito bom...
Mas vamos ao que interessa R.A e A.F tudo lindo...a unica coisa que percebi que não emagreci nadaa.estou com o mesmo peso, mas tudo isso tem um motivo a pesada na jaca do final de semana ,só consegui me recuperar do peso de sexta passada na quinta ontem ...affff
Então migas esse final de semana será o findi de tomar vergonha na cara e fazer tudo certinho pora que na próxima semana a balança volte a descerrrrrrrrr, pq se tivesse ido certinho tinha eliminadooooooooo..
Beijos Otimo final de semana
Segunda to de voltaaaaaaaaaaa
BEijossssssss

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Eu posso ..Eu quero e Consigo!!!!!!!!

Oi amigas tudo bem.....Sumi née..correria total..mas cá estou de volta...
Mas posso dizer que to na linha essa semana viu..R.A e A.F 100%.. Vou contar uma coisa para vcs ,depois do pé na jaca do final de semana , hoje que voltei ao peso que estava sexta passada...uffa graças a Deus , mas fiquei pensando né se tivesse ficado na linha no findi teria emagrecido maissssss...mas vamos que vamos desistir jamais e o proximo final de semana tá ai para eu provar a mim mesma que eu posso eu quero e consigo mudar ... esse meu habito errado de final de semana extrapolar, pq percebi do que adianta me dedicar a semana inteira se no final de semana coloco tudo a perder!!!!!!!!
Chegaaaaaaaaaa
Agora meu foco é sair da casa dos 80 e eu vou conseguir vamo que vamo.........


Meninas não me abandonem ..tô sentindo falta de vcs

Beijos Shai

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Musculação X Emagrecimento ...Fazer ou não fazer..

Oi amigas tudo bem..espero que sim... Eu tô otima correndo atrás do prejuizo do final de semana...Mas vamos que vamo..
Meninas preciso urgente de uma opinião de vcs...meu personal disse que eu preciso fazer musculação,  que irá me ajudar e muito..mas eu falei pra ele e tbm não vou menti pra vcs..eu to fugindo de musculação, pq na minha cabeça e ouvindo de algumas pessoas  que a balança com isso irá subir e não vo menti não quero que ela suba ..Acho que to meio paranóica com isso ( balança).......Ai né meninas levei uma bronca danada do personal ..disse que tenho que para de ficar paranoica com isso e verificar tambem as medidas..........
O que vcs acham?
Ir na musculação ?
Ou fugir dela até eu sair da casa dos 80?

Me ajudemmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm , por favor
Beijosssss Com Charme
Shai :)

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Como é duro fechar a boca no final de semana!!!!!!!

Oi meninas ,tudo bem..espero que sim...
Migas como é dificil fechar a boca no final de semana, principalmente um findi cheio de festas...churras c niver,almoço em familia e chá de cozinha de amiga..aff sempre tudo rodeado de comida e coisas muito mais muito gostosasssssss...ai já viu né vem os zoio gordo ..o zoio de obesa e acaba comendo...sei que foi bem melhor q as outras vezes pq antes eu me matava de comer........mas ai já viu né a balança já mostrou resultados addd 700 gramas a ++++..Mas essa semana eu eliminoooo..Vamo que vamo desistir jamais..
Mas isso não irá me deixar desanimar não tenho certeza que irei melhorar..pois vai ter um dia que chegarei aqui meninass  e falarei pra vcs meu final de semana foi lighttttttt eu conseguii..........
Aff não desanimei só estou decepcionada comigo..afff
Bora hj correr pra eliminar de vez tudo de porcaria que comi...............

Beijos amanhã eu volto..e o post de amanhã será para vcs me ajudarem táaaaaaa...

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Sexta iuupii !!!!!! Dia de Pesagem no Desafio de Natal.....

Oi amigas tudo bem!? Espero que sim..pois eu estou otima ..Pick totalllllll
Posso dizer que essa semana foi 100% A.F e A.R lindamente bem...rssssssss
Foi a primeira semana do desafio de Natal e olha que to tão empolgada , peguei firme e já estou tendo resultados............Balança cada dia mais  descendoooo e vamo que vamo desistir jamais....E minha meta até a metade de outubro sair da casa dos 80...E eu vou conseguir...Claro né que com o apoio das minhas amigas do blog...
 sniff estou tendo tão pouquinhos comentários :( , meninas cadê vcs não me abadonemmmmmm)....

Pesagem dia 23/09/11


 Beijossss e um otimo final de semana !!!!!!!
Um final de semana bem light !!!!!!!!!!!

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Semana de bem com a Vida!!!!!!

Oi amigas tudo bem..espero que sim!? Eu estou otima graças a Deus...
Estou tão feliz amanhã já ira fazer uma semana que começamos o desafio de Natal  e posso dizer com orgulho que esta sendo uma semana 100%..A.F e A.R em ordem..Ontem fui jantar com loves ...foi maravihoso e pela primeira vez na vida rs me comportoei muito bem...comi coisas lights e saudavel e me diverti, vi que não preciso sair pra jantar ou balada e me mata de comer...antes parecia que oi mundo ia acabar....aff.. mas essa Shaiene não me pertence mais , agora é uma nova Shai rs..que sabe o que quer e irá fazer tudo para atingir seu objetivo..
Minha meta sera até o meio de outro sair da casa dos 80 vamo que vamo firme e forteeeeeeeeee.
(Migas prometo que vou atualiza meu diario alimentar e colocar aqui, pq essa semana foi correria , mas to marcando no caderno tudo viu)..
Beijos e até amanhã...........

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Dicas do Profissional !!!!!!!!

Oi meninas ,hoje a matéria  dicas do profissional é longa mas vale a pena..
Beijos Shai


COMPORTAMENTO DA LEPTINA EM DIFERENTES METODOLOGIAS DE EXERCÍCIOS

INTRODUÇÃO

A leptina foi descoberta por Zhang et al. (1994), e vem sendo muito estudada pelo fato de estar  relacionada à obesidade e outros fatores de risco para  o crescimento e desenvolvimento humano.
A leptina é um hormônio que age diretamente no sistema nervoso central, proporcionando a saciedade após a alimentação, sendo totalmente influenciada pelo nível de outros hormônios como a grelina e a insulina, dessa forma controlando o apetite e o acúmulo de gordura, assim, a dieta e o exercício serão fatores limitantes para sua regulação pois interferem diretamente no balanço energético, que por sua vez, informa o hipotálamo à condição do tecido adiposo, decidindo sua produção (CONSIDINE et al., 1996; CIOLAC et al., 2003).
Seu comportamento durante o exercício tem sido muito estudado. A leptina apresenta um comportamento único no sexo feminino, podendo ocasionar sintomas como o atraso da menarca e até mesmo a doença amenorréia de acordo com os estudos de Yu et al., (1997), pois influenciará na produção de hormônios ovarianos.
Diante deste contexto inicial este artigo tem como objetivo discutir a leptina e seu comportamento tendo em vista diferentes tipos de treinamento. Para tanto, realizamos uma pesquisa bibliográfica sustentada na busca de artigos com as palavras leptina; exercício e hormônios.

LEPTINA

A leptina é um hormônio oriundo do gene Ob, constituída por 167 peptídeos. A relação da leptina com o tecido adiposo leva a entender que ela interfere demasiadamente no fator gordura corporal de acordo com pesquisas de Considine (1996) e Zhang et al. (1994), por desenvolver a resistência à esse hormônio, além de sofrer  influências constantes de hormônios esteróides adrenais. Ciolac et al. (2003) encontraram valores alterados de leptina devido ao nível de insulina, sinalizando para o sistema nervoso central o nível de gordura existente e mesmo uma resposta apropriada para a ingestão do indivíduo, controlando o apetite (Wallace & MATTHWES, 2002).
Por esse motivo, a pessoa demora mais para sentir seu efeito, continua comendo demasiadamente, não chegando informações ao hipotálamo de que as necessidades nutricionais foram atingidas, podendo ter uma relação também ao acionamento de receptores de grelina que ativam a fome.
Se pensarmos em quantidade da leptina, quanto maior seu nível, maior será sua camada adiposa, menor será sua insulina, menor será seu apetite. Todavia, o estudo de Pelleymonter  et al. (1995) comprovou que existe um “estado de resistência”, encontrado, por exemplo, em obesos, quebrando a simplicidade do processo acima.
Conforme observamos nos estudos destacados até o momento, a leptina se coloca como um hormônio que interfere diretamente nas questões de desenvolvimento humano e composição corporal, assim, faz-se necessário entender como ocorre a sua intervenção na realização de exercícios físicos.

EXERCÍCIO FÍSICO E LEPTINA

Através da pesquisa de Monteiro & Sobral Filho (2004), conclui-se que o exercício físico ocasiona diversos efeitos fisiológicos que podem ser classificados como agudos imediatos (logo após o exercício), agudos tardios (entre 24 horas e 72 horas após o exercício) e crônicos (após várias sessões de exercício), das quais conduzem o organismo à adaptações ao treinamento e a secreção de hormônios como o GH (hormônio do crescimento), catecolaminas, glucagon, insulina, endorfina, cortisol, dentre outros. A ligação da leptina com outros hormônios podem vir a contribuir para o entendimento de seu comportamento durante o exercício.
Fisher et al. (2001), encontraram resultados na concentração circulante de glicose e insulina,  explica que houve 86%  na variação na concentração circulante de leptina, concluindo a dependência da homeostase glicêmica e da Insulina.
Uma questão que pode ser  levantada com a leitura de Hulver & Houward (2003),  se somente o exercício, sem mudança na situação da composição corporal, pode modificar a concentração de Leptina? A intensidade do exercício desencadeia uma resposta específica para a concentração da Leptina plasmática no organismo, contudo os estudos ainda não estão com total afirmação positiva sobre os resultados, entretanto podemos fazer uma ponte com a fome após exercício extenuante que exige um gasto energético demasiado, e causa fome após sua execução. Dessa forma, após o exercício, o nível de glicose sanguínea está mais baixo, o que pode acarretar a um aumento da leptina circulante, ou seja, ação de seus receptores sem alteração da composição corporal pelo exercício agudo, sendo isso um pressuposto. Sabia et al. (2004) refletem sobre isso e ao comparar o efeito do exercício físico aeróbio contínuo e intermitente associado a uma dieta alimentar em indivíduos obesos treinando três vezes por semana durante 3 meses, afirmam que ambos treinamentos tiveram êxito na mudança da composição corporal, diminuindo 1,5% da massa corporal total 4,6% no IMC com o exercício aeróbio contínuo; e o exercício aeróbio intermitente houve a redução de 3,7% na massa corporal total e 7,6% no IMC. Considerando assim que a modificação da composição corporal pelo exercício tem ação direta no nível de leptina.
Em relação à concentração de gordura corporal, a diminuição do tecido adiposo pelo exercício altera os receptores longos da leptina, os Ob-Rb. Com essa idéia, Kimura et al. (2004) estudaram ratos que fizeram exercícios espontâneos durante 12 semanas, a resposta foi a redução da gordura corporal, diminuição na concentração da Leptina, além da downregulation na concentração do receptor. Em contra partida, Hickey et al. (1997) afirmaram que a leptina pode vir a diminuir sua quantidade mesmo sem alterar o tecido adiposo, estudo realizado em mulheres sedentárias durante 12 semanas de treinamento aeróbio por  quatro dias por semana e de 30 a 40 minutos a sessão. Pasman et al. (1998) segue a linha do autor anterior, confirma isso com o estudo em mulheres obesas, praticantes do treinamento aeróbio por 8 e 16 semanas e dieta de baixa caloria, obtendo como resultado o treinamento de longa duração diminui as concentrações de Leptina plasmática independente da mudança no nível de insulina e percentual de gordura corporal. De outra forma, pesquisadores como Dubuc et al. (1998) verificaram  a perda de 3kg da gordura corporal através do treinamento físico,  leva ao decréscimo no nível de Leptina de aproximadamente 7ng/ml em mulheres.  Okazaki et sal. (1999) apresentou um estudo sobre IMC e a concentração de leptina, obteve diminuição no percentual de gordura e de leptina depois de um treinamento aeróbio de 50% do VO2máx (30min de bicicleta ergométrica ou caminhada, mais 30min de exercício aeróbio com baixo impacto), integrado à uma dieta durante 12 semanas. Em contrapartida, Torjman et al. (1999) e Dusrtine et al. (2001).não obtiveram a mesma redução na concentração da leptina com o exercício em uma amostra de indivíduos que se exercitaram durante 60 minutos na esteira a 50% do VO2máx. Mostraram que não houve diferença durante 4hs após exercício. Afirmando assim, que o exercício agudo de baixa intensidade não causa impacto sobre a concentração de leptina.
            Kraemer et al. (1999) também  não encontraram mudanças na concentração de leptina após ministrar um exercício de 30min em esteira à 80% do VO2máx em mulheres pós menopausa sedentárias. Estes mesmos autores verificaram em 2002 que o exercício físico por 60min ou menos, não modifica a concentração da Leptina em homens e mulheres saudáveis, todavia quando ultrapassado 1 hora de atividade, os valores da Leptina foram normalizados, sugerindo que ela não é mutável pela ação de exercícios a curta duração.
Em livros de treinamento como Fleck e Kraemer (1999) temos o tempo hábil de 12 semanas para começar a ter resultados para a diminuição do tecido adiposo. Talvez seja esse prazo para a espera da modificação no nível da Leptina perante o exercício devido à alteração na composição corporal. Com isso, Gutin et al. (1999) observaram que a  Leptina reduziu após exercícios sistematizados por quatro meses.
Durante o exercício percebemos além da Leptina, a ação da Grelina que por sua vez atua na formação do GH (hormônio do crescimento), o qual é de suma importância para o efeito lipolítico do organismo de acordo com Lange (2004). Então, durante o exercício, a Grelina aumenta, aumenta o GH e diminui a Leptina (já que ela é inversamente proporcional a Grelina). Não obstante, o GH é ativador da lipólise, diminuindo o nível de gordura do corpo, necessariamente, menor quantidade de Leptina. Contudo, sabe-se que a Grelina age de forma inversa a da Leptina, ela interfere no consumo alimentar, aumentando-a. Por isso a reflexão complexa durante o exercício, surgindo à questão: a Grelina aumenta juntamente com o GH, Leptina diminui, insulina diminui, oferta de glicose aumenta, lipólise aumenta?
A dieta hiperlipídica não conseguiu atenuar a obesidade central e visceral em indivíduos que participaram de um treinamento físico, porém o exercício não foi capaz de impedir o desenvolvimento da hiperleptinemia (Racette et al. (1997). Quanto a isso, Kraemer et al. (2002) e Reseland et al. (2001) assumem que o exercício físico não tem poderes de modificar a hiperleptinemia, entretanto acrescentam que o exercício leva a diminuição da quantidade de tecido, necessariamente, com uma certa redução da gordura corporal, há uma diminuição na concentração da leptina, levando a sua estabilização.
Koutsari et al (2003) submeteu a exercício físico e dieta com alto percentual de carboidratos (macronutrientes no valor de 70% do valor energético total ingerido), comparativamente um grupo controle cujo submetiam-se ao baixa consumo de carboidratos, e obteve como resultado uma maior concentração de Leptina em jejum e pós-prandial nos grupos com elevado consumo de carboidratos.
 Essig et al. (2000) encontraram uma redução de 30% na Leptina após 48 horas da sessão do exercício. Tuominen et al. (1997) encontraram 34% de diminuição na Leptina sérica medidos após 44 horas do exercício de 2 horas a 75% do VO2 max, revelando evidências que o treinamento diminui a concentração de leptina independente da alteração na massa de gordura.
Com dados inversos, Pasman et al. (1998), com amostra de homens obesos durante 16 meses de treinamento aeróbio e intervenção dietética, tiveram como resultado uma diminuição dos níveis plasmáticos de Leptina para o grupo ativo. Em estudo similar feito por Reselenad et al. (2001), homens com síndrome metabólica que sofreram intervenção de exercícios aeróbios e um controle alimentar por um ano, tiveram redução de Leptina e redução do peso corporal.
Em casos patológicos, indivíduos com diabetes tipo 2 foram estudados por Unal et al. (2004) e concluíram que o treinamento aeróbio de seis semanas (uma hora de caminhada e cicloergômetro a 50% do VO2 max),  reduziu os níveis séricos de Leptina. Com uma outra idéia, Koistinen et al. (1998), além do exercício acrescentou uma amostra em jejum para verificar a concentração de Leptina em homens saudáveis e diabéticos tipo 1 controlados. A Leptina diminuiu 42%  em homens saudáveis e 23%  em diabéticos tipo 1 durante 3 horas de esforço no ciclo ergômetro.
Dessa forma, podemos concluir, perante tais análises, que treinamentos prolongados tem uma melhor resposta para os níveis de Leptina. Sendo totalmente indicados para pessoas com disfunções hormonais, obesos, hipertensos, síndrome metabólica, diabéticos, entre outros; em relação ao controle da Leptinemia.
Poucos estudos foram encontrados com relação a trabalho resistido sobre níveis de Leptina. Gippini et al. (1999) abordaram esse tema e selecionaram jovens fisiculturistas e sedentários com sobrepeso ou peso normal, seu estudo demonstrou que os níveis de Leptina eram semelhantes, comprovando que o treinamento para hipertrofia muscular não influencia nesse hormônio, independente da composição corporal dos amostrados. Um pouco mais recente, Kanaley et al. (2001), com amostra de diabéticos observaram a redução do nível de Leptina na fase aguda do programa de treinamento com pesos, contudo em relação a longo prazo (seis semanas) não houve nenhuma alteração.
Ryan et al. (2000) ao estabelecer o protocolo resistido, analisaram mulheres obesas na menopausa com e sem perda de peso após 16 sessões, implantando exercícios resistidos que as levaram ao aumento da massa magra e a taxa metabólica de repouso em ambos os grupos, resultando em quede de 36% da leptina.
Zafeiridis et al. (2003) criaram diferentes protocolos, utilizaram três distintos: força máxima (4 séries; 5 repetições; 88% de 1RM- repetição máxima); hipertrofia muscular (4 séries; 10 repetições; 75% de 1RM); resistência muscular (4 séries; 15 repetições; 60% de 1RM). Assim como Noland et al. (2000), que fizeram  testes em diferentes intensidades em nadadoras, em nenhum dos dois estudos houve diferença nos valores de Leptina imediatamente após o exercício e também  não houve diferença após 30 minutos do termino do mesmo.
A partir disso, podemos levantar a seguinte questão, alguns autores identificaram a queda da leptina logo após exercício intenso, outros encontraram queda da leptina após algumas horas do esforço em menor intensidade, será que esses valores diminuídos de leptina estão relacionados com o consumo pós exercício de oxigênio (EPOC)? Deixando uma dúvida sobre quando o EPOC inicia sua atuação no organismo e seu tempo de duração em diferentes níveis de intensidade e volume de exercício, e por fim correlacioná-lo com a Leptina plasmática.
CONSIDERAÇÕES FINAIS

Após a análise de alguns estudos, cada um com sua particularidade sobre indivíduos em diferentes faixas etárias e características físicas, duração e intensidade do exercício, constata-se inúmeras divergências referentes a valores do nível de leptina encontrados em cada situação de esforço.
Na literatura temos modificações significantes na composição corporal após 3 meses de treinamento, então esse prazo deve ser assumido como resultado do exercício crônico. O trabalho deve ser realizado na forma de treinamento para emagrecimento, assim como utilizado por obeso ou sobre peso, visando o aeróbio intervalado e o resistido circuitado.  Com isso, a porcentagem de gordura irá diminuir e necessariamente o organismo terá que se adaptar a nova estrutura do tecido adiposo para liberar seus hormônios dependentes.
            Apesar dessa revisão extensa realizada neste estudo não podemos chegar a uma padronização de resultados, o que pode ser justificado devido à individualidade biológica.
Deixamos em alerta um assunto que temos que aproximar as pesquisas de metodologias reais para populações que necessariamente precisem desses resultados, com protocolos próprios para essas variáveis podemos encontrar uma real resposta e assumir uma posição concreta com os dados que somente a pesquisa pode nos proporcionar.
                                                                                                





Vitor Giatte Angarten[1]
 Especialista em Reabilitação Cardiovascular (UGF). Graduado em Educação pela Universidade Regional de Blumenau – FURB. vigangarten@gmail.com

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Terça maravilhosa!!!!! Vamo que vamo

Oi meninas lindas !! Tudo bem?? Eu estou otimaaaaaaa...
Essa semana tá sendo 100% de aproveitamento...Estou fazendo R.A direitinho e A.F de vento e polpa....e o melhor estou vendo resultado...
Estou tão empolgada com esse desafio de Natal...que até voltei a marcar o que estou comendo....
Então vamos lá;...
Meninas se vcs quizerem dar dicas do meu cardápio e falar onde estou errando fique a vontade.
Gente to me sentindo abandonada , ninguem mais vem visitar meu blog e deixar um comentario ..bjsssssss


Segunda 19/09/11

Café da manhã: 06:30hs

1 xic de café com leite desnatado
3 torradas com margarina

Lanche : 09:30 hs

1 banana

Almoço: 12:00hs

4 colh.sopa de arroz integral
1/2 concha de feijão
1bife
salada: alface,brócolis(cozido), chuchu e cenoura
1copo de suco de uva light

Lanche: 15:00 hs

1 maçã

Jantar: 19:00 hs

1 bife
salada: tomate , alface ,cebola
1 copo de suco de laranja light

*************************************************************************************

Terça 20/09/11

Café da manhã: 06:30 hs

1 xic de café com leite desnatado
3 torradas com margarina

Lanche: 09:30 hs

1 banana

Almoço: 12:00 hs

4 colh. de arroz ( normal)
1/2 concha rasa de feijão
3 pedç. de carne de panela
1 batatinha cozida pequena
salada: repolho (cozido) e tomate
1 copo de suco light

obs: no periodo da manhã
1 garrafa de 500 ml de chá verde
1 copo de cafezinh

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Segundona !! Feliz..aprendendo a controlar a boca nas festas!!!

Oi amigas tudo bem? Espero que sim!!!! Eu estou otima ...Hoje venho fala de uma coisa muito importante para quem esta em reenducação alimentar como eu , é que esse final de semana me fez pensar muito.
Esse sábado tive um casamento pra ir ......até que comi pouco perto do que fazia antes, pois sempre ia embora de festas me sentindo mal estufada, parecendo q iria explodir...sei que melhorei bem , mas ainda tenho muito que aprender...comi salgadinhos , doces eu só comi um pedaço de bolo com sorverte ...me senti vitoriosa pois sou uma formiguinha e quando tinhas esses eventos descontrolava geral........mas mesmo assim achei q a balança iria subir horroresssssss ,mas vi que meu controle ,valeu a pena; hoje pesei pela manhã pra ver o estrago do final de semana e 85,40 ebaaaaaaaa...to aprendendo a me diverti e se comportar com a comida..
Estou aprendendo a comer para viver e não viver pra comer...

Então resolvi pesquisar na net alguma matéria que falava como se comportar em festas sem detonar a dieta...



Como levar a sua dieta às festas


As ocasiões especiais e datas festivas estão intimamente ligadas aos prazeres da mesa: o paraíso para quem pode comer o que lhe apetecer sem engordar, um inferno para quem está de dieta e quer manter a linha! Descubra como desfrutar das festas sem comprometer a sua silhueta, nem todo o esforço despendido para conseguir o seu peso ideal.
  • Seja Natal, Passagem de Ano ou Páscoa, um casamento, baptizado, comunhão ou aniversário, todas estas festas partilham do mesmo pecado – a tentação! Para não dar folga à sua dieta (afinal elas foram criadas para se cumprirem!) mas divertir-se na mesma, comece por ser discreto. Não seja um desmancha-prazeres ao anunciar ao seu anfitrião, bem alto e a bom som, que está de dieta e que não vai comer absolutamente nada. Isto tipo de atitude também não lhe vai servir de muito porque já sabe que depois de um anúncio como esse vai ter os olhos de todos os convidados a seguir cada passo seu, para ver o que realmente vai comer. Imagine as suas caras quando decidir provar cada uma das cinco sobremesas disponíveis!  
  • Centre-se nas pessoas, não na comida. O objectivo de uma ocasião especial é reunir familiares e amigos em torno de uma celebração, por isso, aproveite para pôr a conversa em dia e entrar no espírito festivo, de preferência longe da mesa de buffet ou até de costas voltadas para ela – assim não corre o risco de petiscar inconscientemente pela noite dentro. Ao circular, mantenha as mãos ocupadas com um copo (pode ser cheio ou vazio) ou a sua clutch, dará menos jeito comer assim, por isso, irá menos vezes à mesa. Fale, dance e conviva mais, coma menos!
  • Não vá para a festa de estômago vazio. A técnica de não comer nada durante todo o dia para depois aproveitar ao máximo (e sem sentimentos de culpa!) o jantar de aniversário da sua irmã, não vai correr exactamente assim. Porquê? Chegará à festa com um apetite devorador, vai provar e comer de tudo e mais alguma coisa e no final (para além dos sentimentos de culpa!) pode até sentir-se indisposto. O melhor é mesmo fazer uma refeição light antes de sair de casa – um iogurte magro, uma peça de fruta e uma fatia de queijo – para poder desfrutar da festa sem excessos! A ideia é não chegar esfomeada, nem se despedir já com uns quantos botões das calças desapertadas!
  • Escolha sabiamente o que vai comer. Se a festa tiver buffet comece por avaliar todos os alimentos disponíveis e só depois escolher. Haverá sempre opções mais saudáveis do que outras, caso do camarão, do salmão fumado, das saladas ou das travessas de fruta e vegetais. Encha o prato com estes alimentos, fazendo-os acompanhar de pequenas porções daquelas delícias mais calóricas! Evite os molhos e petiscos vulgares como os amendoins, as batatas fritas e outros salgadinhos – gaste as suas calorias naquelas tentações que realmente chamam por si! Se for um jantar, aproveite para começar com uma sopa ou salada, o que lhe vai permitir controlar o seu apetite durante o resto da refeição. Se não conseguir abdicar das entradas, delicie-se, mas diga não à sobremesa ou vice-versa. Escolha inteligentemente!
  • Coma lentamente e saboreie bem a comida. O primeiro passo para conseguir este feito é escolher o que pretende e colocar num prato (se puder optar, escolha um de sobremesa – quanto maior, mais enchemos!) ou mesmo num guardanapo e sentar-se. Se for um jantar sentado, não encha demasiado o prato (mais vale repetir com uma porção igualmente reduzida!) e a mesma regra também se aplica aqui: cada garfada deve ser mastigada cerca de 15 vezes para ser realmente apreciada. Mas não é só isso… o corpo demora cerca de 20 minutos a aperceber-se de que está cheio, ou seja, quanto mais devagar comer, menos alimentos vai ingerir no mesmo período de tempo. Não “aspire” a comida… para além de ficar mal, vai parecer que esta é a sua última ceia ou a primeira em muito tempo!
  • Beba moderadamente. O ideal é sempre a água, no entanto, em certos eventos, o H20 quase que não “sabe bem” ou não “combina”. Tente resistir aos refrigerantes, optando antes por sumos naturais. Se lhe apetecer uma bebida alcoólica, escolha a cerveja light, o vinho tinto ou branco, em vez do champanhe, dos cocktails com muitas misturas ou outras bebidas fortes. Se beber mais que um copo, alterne entre o álcool e a água. Atenção (e como já deve saber!) o álcool é um desinibador, ou seja, o aliado perfeito para começar a acumular caloria atrás de caloria.
  • Faça com que a festa ocasional seja a excepção à sua dieta e não a regra. Um descuido de vez em quando não é um problema, quanto mais um grande problema. Afinal, uma festa dura um ou dois dias no máximo. Aproveite para se mimar (porque uma vida saudável também merece ser compensada com uma bela taça de natas do céu!), mas não procure no Natal ou na Páscoa a desculpa perfeita para afogar todas as suas mágoas e depressões. A comida não é um remédio, nem uma solução. Desfrute das festas por aquilo que são e que significam para si e para os seus… não meta a barriga ao barulho! E saiba dizer que não quando a Tia Emília insistir para que coma outra (a quarta!) rabanada!  
  • Dê uma mão ao anfitrião. Se a festa está a ser organizada por um familiar ou amigo, aproveite para ajudar. Para além de ser um gesto bonito, vai poder participar no planeamento ou até na confecção dos pratos, escolhendo algo que se enquadre no seu regime. Assim, pode levar uns camarões salteados ou uma salada de fruta e haverá, pelo menos, um prato no buffet com o qual se poderá deliciar sem ter que contar calorias! 
  • Recusar convites. Existem épocas, nomeadamente a quadra natalícia e a pascal, em que os convites sucedem-se e parece que não fazemos mais nada se não ir a festa atrás de festa. Tudo tem o seu limite, por isso, não tenha medo de dizer que não! Se ficar com um peso na consciência, organize um convívio na sua própria casa. Como anfitrião vai poder delinear todo o menu, sem descurar a sua própria dieta. Não há melhor maneira de assegurar que o cardápio também terá escolhas saudáveis!
  • Deixe que a sua roupa ajude. Claro que se vai vestir a rigor, por isso, ouse mais um pouco e leve uma saia mais justa, um vestido mais decotado, umas calças mais justas ou com um cinto largo (e bem apertado!) para que na hora de atacar os aperitivos ou as sobremesas não se esquecer do seu corpo e de como quer mantê-lo!
  • Amanhã é um novo dia e o dia certo para não se martirizar, para esquecer os sentimentos de culpa, para continuar o seu regime equilibrado e saudável, para ir até ao ginásio ou fazer um jogging e… quando receber o próximo convite, estará mais que preparado para voltar a levar a sua dieta a dar uma volta!
Vou ficando por aqui ...mas com a certeza de dever cumprido e vendo que eu posso e consigo..e estou tendo resultado...
Há e Parabéns Cat & João pelo casamento maravilhosooooooooooo


Dia de Pesagem 16/09/2011

Oi amigas eu estou tão feliz............. sexta feira eu me pesei e a balança voltou a abaixar o ponteiro iupiiiiiiiiiiiiiiiiii, vai ser assim agora toda sexta irei postar meu peso, mas resolvi essa semana que vou me pesar todo dia durante um mês pra ver como estou tendo evoluçãooo , onde estou errando etc, então todo dia pela manhã vou me pesa...ebaaaaaaaa
Hoje eu pesei rs  e achei q iria ter subido pq tive casamento, e acabei não  me comportando tão bem ..quer dizer deveria ter sido melhor, mas isso sera para outro post...

E olha que estou com dona M ,heinn


sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Desafio de Natal ...Tô Dentro!!!!!!!!


Oi amigas tudo bem..eu estou otima, ainda mais por hoje ser sexta néeeeeee iuuipi...e eu entrei no desafio de natal ,eu fiz a inscrição mas acho q já deu certo...Tô super animadaa...
Pensa eu mais lindona ainda no niver pq faço niver no dia 15 dez...e natal..vamos..estar maravilhosas.
Então resuminho ,R.A e A.F estão indo bem, só hoje acabei comendo dois brigadeirinhoos né ,pq quando to com dona M fico um óooooooooo..affff e pareço uma viciada ..acho q pareço não rs eu sou uma viciada em chocolate, mas to melhorando....só nesses dias q a loka ataca rs...mas agora moderadamente um só já basta....
Hoje vou no mercado comprar coisinhas boas ,mas que fazem bem pra saude....vou começar a marcar tudo q como em um caderno,tipo um diario alimentar, um tempo atras fiz isso e me ajudava muito,vamos retomar o que deu certo néeeeee
Vamos que vamos desistir jamais........

Beijos no S2
Shai


quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Um Novo Começo: Desafio Natal

Um Novo Começo: Desafio Natal: Regrinhas : 1. Serão aceitas para o Desafio de Natal: Papai Noel, me aguarde! as inscrições feitas até o dia 15/09/11. 2. O Desafio de...

Oi quero muito participar desse desafio, meu nome é Shaiene mas pode me chamar de Shai
meu blog é http://charmebyshai.blogspot.com
beijos

Dona M ...Com força total!!!!!!!!!!

Oi amigas tudo bem? Espero que sim
Hoje venho aqui fazer um desabafo...dona M ta com força total ..mas vamos que vamos vou superar mais esses dias, e parece que é sempre assim tpm e problemas vem tudo junto...
Mas vamos lá, eu to tentando melhorar meu jantar, só comer uma salada e um filé e tal, mas depois de algumas horas meu estomago reclama e me dá uma fome aff, que estou até  indo dormir  mais cedo pra não desistire atacar a geladeira ou acabar comendo pãoo..Será que eu irei acostumar e vou parar de sentir fome a noite...tá sendo super dificil mas eu vou conseguir........
Vou ficando por aqui tá meninas pq quando a dona M tá na area fico chorona,ansiosa e nervosa..aff ,não quero passar esse sentimento para vcs
Beijso Shai


quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Dicas do Profissional !!!!!!!

Corrida de Rua:
Crescimento no número de participantes


Na última década a procura da corrida como atividade física cresceu grandiosamente, acredita-se que este fato se deve a algumas peculiaridades como: acessibilidade à sua prática, ou seja, toda a população pode praticá-la, baixo custo e facilidade para o seu treinamento, por todas essas facilidades pode-se caracterizar a corrida de rua como atividade física popular ou de massa.
A princípio, a busca pela prática da corrida de rua ocorre por diversos interesses, que envolvem desde a promoção de saúde, a estética, a integração social, a fuga do estresse da vida moderna, a busca de atividades prazerosas ou competitivas.
Segundo SALGADO & CHACON-MIKAHIL (2006 citando Associação Internacional de Maratonas e Corridas de Rua), as maratonas, assim como, as corridas de Rua vêm crescendo mais como um comportamento participativo, do que como esporte competitivo.
Desta Forma, podemos citar basicamente três tipos de públicos participantes das corridas de rua:

1.      Os que correm e procuram apenas seu próprio tempo e posição;
2.      Os que conferem os resultados para ver como foi o seu desempenho, de seus amigos ou apenas para descobrir o vencedor;
3.      Os diretores de provas, que vêem os resultados como dados estatísticos e de investimentos.


fonte: Corrida de rua: Análise do crescimento do número de provas e de praticantes.

            Pelas suas características, a corrida de rua pode receber qualquer praticante da modalidade, e o corredor não precisa ter necessariamente uma habilidade específica para participar. Há 10 anos, o atletismo era visto como esporte praticado, em sua maioria, por atletas profissionais. No entanto, com a profissionalização das corridas de rua e o surgimento das assessorias esportivas, a corrida vem atraindo, cada vez mais, aquelas pessoas que não se interessam pela profissionalização e que possuem poder aquisitivo maior. Um dos fortes indícios é a participação de brasileiros em provas internacionais: se em 1982, apenas 2 corredores do País foram para a Maratona de Nova York, esse número subiu para mais de 500 em 2004 (REDE BAHIA DE TELEVISÃO, 2008).
         O fato do indivíduo, ao realizar exercício e, ser confrontado diretamente com uma dificuldade física ou com um desafio psicológico e o conseguir ultrapassar com sucesso, vai provocar modificações na imagem corporal do praticante, na sua auto-imagem (BOUTCHER, 1993), bem como no seu sentido de realização. A atividade física permite, desta forma, melhorar os níveis de auto-estima, através do desenvolvimento de competências e de estratégias mais adequadas à resolução com sucesso de determinadas tarefas

Conclusão
Devemos apontar o fenômeno da crescente inserção da população as corridas às preocupações inerentes a praticas físicas. Dentre essas preocupações, podemos destacar, as relações com a adequação ao tipo de atividade e as solicitações fisiológicas específicas desta prática para cada uma das faixas etárias, o tipo de treinamento prévio realizado e a orientação médica e profissional do praticante. Em especial, o treinamento e de sua orientação tornam-se importantes para adequação das cargas de treinamento. Começar a correr sozinho pode levar o praticante iniciante a lesões severas e às vezes irreversíveis.

Referências

  1. BOUTCHER, S. Emotion and aerobic exercise. In: SINGER, R. M.; MURPHEY, M.; TENNANT, L. (Ed.) Handbook of research on sport psychology (ISSP). New York: MacMillan, 1993.

  1. REDE BAHIA DE TELEVISÃO. Corridas de rua: um fenômeno que está virando moda no Brasil. 2008. Disponível em: http://ibahia.globo.com/tvbahia/comercial/pdf/corridas_de_rua.pdf

  1. SALGADO, J. V. V.; CHACON-MIKAHIL, M. P. T. Corrida de rua: Análise do crescimento do número de provas e de praticantes. CONEXÕES, Revista da Faculdade de Educação Física da UNICAMP, Campinas, v. 4, n. 1, 2006 – ISSN 1983 – 9030 93.

Autor: Prof.Esp. Robson de Azevedo Oliveira



                                              
                           
Prof° Robson A. Oliveira
Especialista em Treinamento Desportivo - UNICAMP
CREF: 057438-G/SP

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Balança...Comprar ou não comprar!!!!!

Oi amigas tudo bem!!!!!!! Estou otima!!!!!
Pic total, estou indo bem em tudo que se diz respeito a busca do meu objetivos , fazia um tempão que não conseguia estar 100 % na A.F e R.A, mas daqui pra frente sempre será assim...Atingindo as metas,sempre..Pois eu posso eu quero e consigo...

Meninas hoje vim aqui com uma tarefa para vcs preciso muito de uma opinião amiga, ja faz quase um mês que estou nesse dilema comprar ou não comprar uma balança?
O que vcs acham ? È uma boa ter em casa? Ou eu vou ficar paranóica?
Me ajudemmmmmmmmmmmmmmm.................
Porque já ouvi em muitas matérias que é bom pesar de manhã , sem roupa etc....
Òhhh duvida cruel...
Beijosssss com  charme
Shai



segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Semana novinhaaaaaaa!!!!!

Oi amigas tudo bem? Espero que sim!!!!!! Eu estou otima e bem mais animada que nas outras semanas, pois tomei consciência que reenducação alimentar será pra minha vida toda e atividade fisica tambem, então não adianta eu fica me boicotando e arrumando desculpas , pq para mim não vai mais existir desculpas para jacada para falta de academia, será como trabalho , rotina ...sei que as vezes não queremos trabalhar,mas sempre vamos  é o nosso compromisso,então a partir de hoje será assim, academia ,r.a...um novo trabalho...
Eu hoje estava conversando com uma amiga , quer dizer mais que amiga é como uma irmã pra mim a  Bianca ( Biks) somos muito parecidas em algumas coisas ,nós duas somos assim começamos uma atividade fisica vamos um mês certinho e acabamos relaxando e  desistindo ou faltando muito  sempre colocando algo ou alguem na frente da nossa atividade..e isso nos incomoda e muito ,então ao invés de ficarmos reclamando decidimos uma puxar a orelha da outra pra não deixar isso novamente acontecer e não vamos mais desistir..Vida novaaaaaaaaa...
Tenho muito que agradecer essa menina viu que está sempre me apoiando e me ajudando a não deixar a peteca cair..Bianca amiga irmã te amoooooooooooo
Migas vou indo amanhã to de volta e vi que fazendo A.R e A.F dá resultado já eliminei mais 300 gramas vamo que vamo desistir jamaissssss


Eu e Biks te amoo miga

Òleo de Cartamo

Cápsula de cártamo transforma seu corpo
À base de óleo de cártamo, a pílula reduz o apetite, queima gordura, enrijece os músculos e ainda combate o colesterol

A origem
Das regiões áridas da Índia, o cártamo é cultivado há mais de 2 mil anos. "Seu nome técnico, Carthamus tinctorius, vem do hebraico e pode ser traduzido como 'tingir com tinta', devido ao corante alaranjado obtido das suas flores", explica Andréa Cristina de Oliveira, farmacêutica e fitorepeuta, de São Paulo.
A utilização
Parente do girassol, o cártamo é uma planta com altos teores de óleos (cerca de 40%) em suas sementes. O extrato pode ser usado na alimentação (em forma de cápsulas), na formulação de cosméticos e até na indústria bioquímica, na produção de biodiesel, além das propriedades corantes de suas flores.
Os benefícios
Obriga o corpo a queimar gordura acumulada Libera uma substância que reduz o apetite, enviando rapidamente ao cérebro a informação de saciedade Faz com que a musculatura seja definida mais depressa Trata e previne celulite por atuar na camada intradérmica da pele Dá mais energia.
O que é ácido linoléico?
Trata-se de um ácido também chamado de ômega 6. Ele tem sido cada vez mais pesquisado por profissionais das áreas da saúde e nutrição porque possui partes que, quando misturadas, formam o chamado CLA (sigla em inglês para ácido linoléico conjugado), um outro ácido que queima gordura e tonifica os músculos - por falta de pesquisas sobre seus efeitos no corpo, é proibido no Brasil. Dessa forma, o ácido linoléico, encontrado naturalmente em carnes vermelhas, laticínios e em óleos como o do cártamo, é a opção legal e saudável para obter-se os mesmos resultados do seu "irmão" fora da lei.
Como ele age no corpo? 
Nas cápsulas vendidas à base de óleo de cártamo, o ácido linoléico funciona como o CLA, "que age nos espaços inter e intramusculares e dérmicos do corpo", de acordo com Jessica Coslovich, farmacêutica da Via Farma Importadora, em São Paulo. Uma de suas funções é inibir o aumento do tecido adiposo. "O organismo passa a acumular menos gordura, forçando o corpo a queimar aqueles famosos pneuzinhos, além de acelerar a definição muscular", explica a nutricionista Fernanda Ferreira Corrêa.
O que é ácido oléico?
Outro ácido graxo conhecido como ômega 9. Encontrado principalmente no azeite de oliva, está no grupo dos "óleos do bem". Como ele age no corpo? "Além de ajudar a manter os níveis de colesterol dentro dos limites normais, esse ácido desempenha um papel fundamental na síntese de hormônios, regulando os processos metabólicos do organismo", explica Flávia Bulgarelli Vicentini, nutricionista da Casa Movimento, em São Paulo. Fora disso, ele ajuda a controlar a fome e o peso corporal. Estudo da Universidade da Califórnia (EUA) descobriu que o oléico estimula a produção do lipídio oleiletanolamida, substância que reduz o apetite, aumenta a perda de peso e diminui a produção de LDL, o "mau colesterol".
 


Informações úteis
O jeito certo de tomar
Você deve ingerir uma cápsula duas vezes ao dia, meia hora antes das refeições. "O óleo de cártamo acelera o processo de emagrecimento e tonificação muscular e deve acompanhar uma dieta e exercícios", pontua a fitoterapeuta Andréa Cristina de
Oliveira
Contraindicação
Grávidas, lactantes, diabéticos e crianças não devem tomar
Onde encontrar
As pílulas são vendidas em lojas de produtos naturais e, principalmente, nas de suplementos alimentares. Há inúmeras marcas, nacionais e importadas, disponíveis no mercado. Procure pelas siglas CA, LA e CL: as três identificam produtos à base de óleo
Preço médio
Cerca de R$ 90 a embalagem com 120 cápsulas*



Oi meninas matéria tirada do site http://mdemulher.abril.com.br/dieta/reportagem/

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Tô com DOR .............






Oi amigas tudo bem..espero que sim ,hoje passei aqui bem rapidinho ,pois prometi a mim mesma que sempre estarei postando , mas estou com uma dor de cabeça (sinusite) danada, que até a claridade está me incomodando... espero que passe logo viu,pq final de semana assim ninguem merece,mas eu não podia deixar de passar aqui e desejar um otimo final de semana à todasss!!!!!! E dizer que preciso de muita ajuda de vcs..pq sem vcs não seria nada...
Beijos
Shai

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Dicas do Profissional!!!!!!!!

Mulheres entram no combate às gordurinhas
As mulheres invadem as academias de luta para brigar contra as calorias e combater o estresse. Dessa vez elas estão se matriculando nas aulas de boxe, de artes marciais, capoeira...

Coitado do Bob! A rotina dele é apanhar da mulherada. E adivinha em quem elas pensam nessa hora?

“No marido, nos filhos”, comenta uma mulher.

Uma das modalidades que as mulheres procuram é a aula de muay thai, uma arte marcial vinda da Tailândia.

“Quando você sai daqui a carro, você pega o pior transito do mundo, alguém te fecha e você manda beijo. Você ta feliz!”, diz Catarina Roberto, aposentada.

No jiu-jitsu, ainda dá pra aprender um pouco de defesa pessoal.

“Em festa de axé, micareta, o rapaz às vezes vai pegar, a gente não quer, quer sair, aí faz a saída da defesa pessoal do jiu-jitsu. Muito útil!”, comenta Carla Ferreira, aluna.

Pra quem prefere menos confronto, tem a ginga tradicional da capoeira. Na capoeira ninguém precisa bater em ninguém, mas dá pra acertar um golpe nas gordurinhas.

Pouca gente sabe, mas uma hora de luta como pode emagrecer mais que uma hora de corrida!

Segundo professores de educação física, na corrida você pode perder até 600 calorias. Enquanto uma aula de capoeira, jiu-jitsu ou judô pode queimar até 720!

Isso equivale a uma concha de feijoada, quatro colheres de sopa de arroz, quatro de couve, duas de farofa, uma salada verde e um suco de abacaxi.

Em uma hora de muay thai, o gasto pode ser ainda maior: até 850 calorias!
O que daria toda aquela refeição, e mais dois brigadeiros pequenos de sobremesa.

E a vantagem não está só no emagrecimento. As adeptas garantem que praticar uma luta, quem diria, deixa o corpo mais feminino.

“Ela trabalha o corpo da mulher como um todo, perna, bumbum, braço, barriga. Deixa a mulher muito mais alongada, não deixa a mulher inchada de academia”, diz Liene Lora, psicóloga.

“Tá fazendo exercício e nem parece. Cansa, mas quando você vê tá definidinho”, comenta Mariana Paranhos, universitária.


Espero que tenham gostado e até a próxima, abraços a todos, Mestre Carioca.

Mest
                                                                                       Mestre Carioca....

Quinta com gostinho de segunda!!!!

Oi meninas tudo bem? Espero que sim...Eu estou otima ...Desculpem tá por colocar dicas do profissional só hj é que em casa to sem net, ai já viu, ai eu aproveito meu horário de almoço pra postar..
Nossa hoje tá parecendo segunda né  aff...o dia aqui no trabalho começo pegando fogo rs...espero que até a tarde as coisas fiquem mais calminhas...pq se hj ta assim ,amanhã nem quero pensa kkkkkkkk,mas da pra ficar um pouco feliz pq  tem só mais um dia e chega o final de semana ebaaaaaaa...e ai  agente volta a descansar.....
Estou certinha viu com a A.F e R.A, indo lindamente..hoje é dia de correr, posso dizer que a corrida é uma das minha válvulas de scap..onde consigo liberar totalmente meu stress, volto outra pessoa...namorado que o diga volto calminha , calminha rssss
Vamo que vamo desistir jamais..
Vou ficando por aqui mas amanhã tô de volta..
Beijosssssss
Shai

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Chega é hora de correr atrás do meu objetivo!!!!!

Oi amigas tudo bem? Espero que sim...
Eu estou bem..mas brava comigo mesma...por não está me dando o devido valor e me focando mais no meu objetivo..........
Minha A.F está indo de vento e polpa e a R.A tô seguindo mas não vou mentir não a risca , principalemente nos finais de semana viu...meu personal trainer Robson (Corrida)  tem uma frase em uma camiseta dele que me fez pensar e muito...a frase é essa ai

"É o esforço constante e determinado que quebra a resistência, e varre todos os obstáculos"

Então eu pensei em tudo que ando fazendo desde o dia em que comecei a fazer minha reenducação alimentar,  vi que sempre tenho uma desculpa na ponta da lingua para os meus deslizes ,como tpm, ansiedade ,estress e aquela há final de semana pode,mas pra que desculpas se eu to enganando a mim mesma, posso até esta com essas coisinhas ai de cima, mas sou eu que devo tomar as rédias da minha vidaaa,e não deixar essas "coisinhas" me dominar ...tipo to de tpm tenho q arrumar algo pra fazer q não precisa ficar descontando em  comer doces adoidados , vi que a corrida sempre alivia essa minha tensão e meu stress então agora será assim ao inves de comer vou colocar um tênis e sair pra correr caminhar, me mexer..
E com toda essa revolta em mim mesmo parei e falei pra mim .Qual é  o seu objetivo? Você quer sempre ser Gorda , com desculpas que tá tentando ?ou
Ser magra e falar eu consegui chegar no meu objetivo que é 60 kls...
E de uma vez por todas percebi que sem esforço e determinação não irei pra lugar nenhum e não adianta brigar com a balança e falar que empacou....chegaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
Vocês aqui do blog serão minha testemunhas das minha melhoras................
Desculpa ta amigas devo ter escrito tudo errado, mas foi um desabafo....
Beijos
Shai




Chega de ser a largata....em busca do meu objetivo para se tornar uma linda borboleta........